Seu navegador não suporta javascript!

Programa Avançar Parcerias

Elaborado pela EPL, Plano Nacional de Logística entra em período de consulta pública

Home > Notícias > Elaborado pela EPL, Plano Nacional de Logística entra em período de consulta pública

20 de março de 2018

Elaborado pela EPL, Plano Nacional de Logística entra em período de consulta pública

Consulta pública PNL | Imagem ilustrativa

O Governo Federal abre nesta quarta-feira (21) consulta pública para receber contribuições para o Plano Nacional de Logística (PNL). Com a utilização do banco de dados mais completo do setor de transportes, o trabalho elaborado pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL) apresenta um diagnóstico da logística brasileira e prevê os empreendimentos necessários para otimizar a infraestrutura até o ano de 2025.

Uma sessão pública no auditório do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil em Brasília marcará o início do período de consulta. O documento poderá receber contribuições até o próximo dia 20 de abril por meio da página www.epl.gov.br.

Vinculada à Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), criada pelo Governo Federal para reforçar a coordenação das políticas de investimentos em infraestrutura por meio de parcerias com o setor privado, a EPL desenvolveu o PNL com o apoio do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o Ipea, além da participação de diversos entes públicos e privados.

O trabalho faz a simulação da movimentação de cargas na infraestrutura atual somada aos empreendimentos previstos no Programa Avançar Parcerias para prever o cenário de 2025. Identifica os pontos de estrangulamento e propõe soluções para melhoria da infraestrutura. Nas próximas edições, projetará horizontes de longo prazo com maior confiabilidade.

A EPL submete à apreciação geral um trabalho que destina-se a dar transparência em termos de diagnóstico e proposições, possibilitando a contribuição ao seu aprimoramento por todos aqueles que buscam tornar mais eficiente o sistema de circulação de cargas no país.

Para o diretor-presidente da empresa, José Carlos Medaglia Filho, as contribuições obtidas na consulta pública permitirão o aprimoramento das propostas.

"O PNL desde já traz elementos para tomada de decisão sobre investimentos, mas também é um legado para as próximas administrações federais que deverão definir futuras concessões, parcerias público-privadas e prioridades na aplicação do orçamento.”

O resultado desse processo possibilitará a avaliação por parte de todos os operadores do setor, e mesmo da sociedade em geral, dos benefícios socioeconômicos decorrentes dos investimentos em infraestrutura de transporte, bem como a forma e o momento mais adequado para sua realização.

Fonte: EPL

Leia outras notícias

  • Calendário: confira os próximos leilões do PPI com datas marcadas

    Continue lendo
  • Setor elétrico: edital das distribuidoras é publicado e mais de 13 milhões de habitantes serão beneficiados

    Continue lendo